Poliomelite

A DOENÇA:

Nome popular da poliomielite, provocada por um vírus que inicialmente infecta o intestino e que pode chegar à medula ou ao cérebro. Aqueles que adquirem a doença podem desenvolver um quadro clínico que afeta um ou mais grupos musculares podendo produzir paralisia e deixar sequelas graves.

Embora a doença não seja tão comum atualmente, a vacinação é fundamental para a proteção de casos que eventualmente possam ser importados de países onde a poliomielite ainda existe.

A VACINA: INDICAÇÃO:

A vacinação consiste em 3 doses, a partir dos 2 meses de idade, com intervalo de 60 dias entre elas e um reforço com 15 meses. Sendo preconizado, ainda, um reforço de 4 a 6 anos pelas Sociedades Brasileiras de Pediatria e Imunização.

A vacina antipoliomielítica pode ser administrada via oral (poliovírus atenuados – VOP) ou via intramuscular (poliovírus inativados – IPV), sendo que a vacina inativada tem sido preferida por já estar combinada com outras vacinas do calendário (Pentavalente ou Hexavalente) e ser incapaz de causar viremia.