BCG

A DOENÇA:

A tuberculose, é uma doença infecto-contagiosa causada pela Mycobacterium tuberculosis (bacilo de Koch), que afeta principalmente os pulmões, mas que pode atingir também ossos, rins e meninges. É a segunda causa de mortes por agente infeccioso único no mundo, ficando atrás apenas da Aids.

A VACINA:

O BCG (bacilo de Calmette e Guérin) provoca primo-infecção e é inofensivo, com o objetivo de que essa infecção artificial contribua para aumentar a resistência do indivíduo em face de uma infecção natural causada por Mycobacterium tuberculosis, bacilos virulentos.

INDICAÇÃO:

Para todos os recém-nascidos (peso superior a 2 Kg), na prevenção contra as formas graves de tuberculose (miliar/cutânea e meníngea).

EVOLUÇÃO NORMAL DA LESÃO VACINAL:

A vacina BCG liofilizada é aplicada por via intradérmica na dose indicada de 0,1 ml, na inserção inferior do músculo deltóide do braço direito. Ela causa uma lesão vacinal que evolui da seguinte forma:

  • Da 1ª à 2ª semana: mácula avermelhada com enduração de 5 a 15 mm de diâmetro.
  • Da 3ª à 4ª semana: pústula que se forma com o amolecimento do centro da lesão, seguida pelo aparecimento de crosta.
  • Da 4ª à 5ª semana: úlcera com 4 a 10 mm de diâmetro.
  • Da 6ª à 12ª semana: cicatriz com 4 a 7 mm de diâmetro, encontrada em cerca de 95% dos vacinados.
CUIDADO IMPORTANTE:

Não se deve cobrir a úlcera ou colocar qualquer tipo de medicamento.

EVENTOS ADVERSOS:

A vacina BCG-ID pode causar eventos adversos locais, regionais ou sistêmicos, que na maioria das vezes são decorrentes do tipo de cepa utilizada, da quantidade de bacilos atenuados administrada, da técnica de aplicação e da presença de imunodepressão congênita ou adquirida.